Páginas

31 janeiro 2013

Despedida e recomeço.

E o mês de Janeiro se despede...
Sabe, foi um mês tão difícil pra mim. Desde o dia 1°, onde eu virei o ano aos prantos, sabe-se lá o por que de verdade, até hoje.. é, hoje mesmo, 31 de Janeiro.
Pensei tanto na minha vida nesse últimos 31 dias. Indo dormir, acordando em meio a madrugada, jogada no sofá em casa (que foi o que mais fiz), tomando uma xícara de café com leite sozinha todas as manhãs, assistindo a um filme qualquer e me perdendo sem perceber, caminhando sozinha pelas ruas- como muitas vezes o fiz - e até mesmo tomando banho.
Foi um mês que eu tive que ser muito forte. Para aguentar todas as pessoas ao meu redor e principalmente a   mim mesma, minhas lágrimas, e meus pensamentos perdidos e confusos - de o que fazer agora? hoje?
E mesmo pensando tanto, descubro que cada vez tenho mais dúvidas em relação a mim, minha vida e como ela está caminhando. E é a partir dessas dúvidas que as mudanças vão transbordando. Eu já percebo isso.
Eu não quero que as pessoas pensem que me conhecem, que me desafiem, que me subestimem - como foi um dia - dessa vez vai ser diferente; já é diferente. Pois eu pretendo me movimentar para isso.
Tudo vai dar certo! Vai sim.
Porque eu não sou mais a mesma Ísis de 31 dias atrás. Não mesmo.

- ''Vem ni mim Fevereiro!'' ♥



28 janeiro 2013

26 janeiro 2013

Histórias que ficam.

''Até quando esperar?
Até quando esperar se nada mudou? Se nada te importa? Até quando esperar, se é complicado te dizer alguma coisa.
Até quando esperar, se já se perdeu, se já ficou pra trás...
Mas não é nossa culpa, não é desculpa. Pois eu sei que uma só força da fração do seu amor, desse amor que só acontece quando realmante se quer, é grande. É como se fosse um 'Eu te amo' na primeira semana. E ouvir um 'Eu te amo' na primeira semana, faz disparar seu coração, despeja na corrente sanguínea, uma adrenalina suficiente pra voce nunca ter que pular de paraquedas na vida, te faz sentir vivo.
E mesmo sabendo, que toda a riqueza que anda por ai, está nas mãos erradas, que existe corrupção, que existe injustiça, a força de um 'Eu te amo' na primeira semana, nos dá a certeza, de que juntos, nós vamos ganhar o mundo, ainda que hoje seja, um dia comum!''

-Plebe Rude. Até quando esperar?



23 janeiro 2013

Suspiros tristes.

E eu estou triste com você.
Mais uma vez,muito triste com você.
Triste com o jeito que você me olha, triste com as palavras que mal são trocadas entre nós (quando essas são trocadas).
Chegam dias até, que eu nem quero te ver ... como é triste acreditar que eu realmente sinta isso. Você pode nem perceber, ou perceber e pouco se importar, mas tudo isso faz com que, aos poucos, o caminho entre nós, vai ficando cada vez mais apertado, mais estreito, o amor (sim, porque apesar de tudo, eu sinto amor por você) vai se dissolvendo, e ironicamente, o amor dos demais a minha volta, também (...).
Eu já tentei, eu já mudei, eu já conversei, eu já tentei ser a mais carinhosa, eu já fui desonesta para te agradar,e ultimamente implorei indiretamente para que você me amasse, como pouquíssimas vezes me disse. E agora, a culpa dessa nossa relação estar petrificada, eu lamento, mas é só sua. Por que parece que você acha um absurdo, uma cabeça de 20 anos, querer mudar outra, 25 anos mais velha.
Você propositalmente, faz com que eu tenha medo de você, e é tão, mas tão triste perceber isso. Por que acredita que só assim eu te respeitarei e isso é tão injusto.
Parece que os anos vão passar e nada vai mudar..que eu não vou ter histórias pra contar para os meus filhos sobre você, sobre a gente e nossa relação..que eu nunca vou conseguir chegar correndo em casa para te contar um novidade, dar um abraço, sair juntos pela rua...
Silêncio : é exatamente e só isso que existe entre nós.
E as vezes eu paro e fico te olhando de longe e me perguntando o por que você é assim.
E haviam em que eu sentia muita raiva, muita mesmo. Mas hoje, é só decepção, tristeza, chateação..
É muito triste, mas ando me perguntando - será que eu seria sua amiga se você NÃO fosse o meu pai? Será? - e a resposta é bem clara e objetiva - NÃO! eu não seria a sua amiga! Eu não me sinto a vontade com você.
E a cada dia, vai provando que não faz a mínima questão que nos aproximemos, não faz.
E eu, sinceramente, não estou querendo mais fazer questão disso também - já o fiz muito um dia.
Eu não quero ser injusta, mas é isso:  eu tiro a conclusão que o único elo que HOJE nos liga, é o de PAI e FILHA mesmo. Só.




12 janeiro 2013

Begin Again!

I've been spending the last times, thinking all love ever is break and burn and end. But on a Friday night I decided to start again.

04 janeiro 2013

02 janeiro 2013

Ócio pré-madruga.

É realmente divertido escrever coisas escrotas pelo meu eu virtual! Sintoma do tédio. De que servem férias se você não tem o que fazer? Sorriso.

23h13

Revendo todos os meus escritos...
Tenho a sensação de que nunca ninguém vai entender o que eu escrevo. Muito menos por que escrevo.



Pio & Lulu!


Por que sensibilidade demais, certas vezes (aliás, na maioria delas) é muito ruim!

Eu não sei escrever poemas!

                                                                         Esperança


Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada esperança
Ela pensa que quando todas as sirenes
Todas as buzinas
Todos os recos-recos tocarem
Atira-se
E
- ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
- Como é teu nome, meninazinha dos olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não se esqueçam:
- O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

                                                                                          Mário Quintana


Sorvete de morango!

Será sucesso o primeiro post de 2013? (e que faça jus, que seja 13!)

Sim, ele esteve aqui hoje!
Hoje sim, ele esteve aqui!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...